3 de abril de 2015

Fruits Basket

Depois de anos - exatos 8 - sonhando completar a tão sonhada coleção de mangás Fruits Basket, a duas semanas atrás consegui tal feito e então devorei cada página como se elas fosse fugir de mim. Li vorazmente e agora queria comentar um pouco sobre a minha impressão de Fruits Basket após 8 anos sem reler a história.


Fiquei impressionada em como o traço de Natsuki Takaya melhorou e amadureceu seus traços do começo até o final da história. O primeiro mangá traz um traço amador, mas com talento. Definitivamente sua decisão mais acertada foi começar a desenhar os personagens para que eles começassem a passar a ideia de que estavam ficando mais velhos. Esta foi uma melhoria e tanto.



Desde o começo soube do potencial da história, pois a temática mágica sempre me chamou a atenção. Mas ver que a história não se focou na transformação física dos personagens, mas sim na emocional foi uma grata surpresa.


A história dos personagens amaldiçoados que conhecem uma pobre menina traumatizada mas cheia de alegria é muito emocionante. Impossível não chorar horrores com as origens de cada personagem. Essas últimas duas semanas chorei muitas vezes dentro do ônibus...


Mas Fruits Basket não se trata somente da maldição. Trata-se de um "enlace", de um respeito por uma tradição que vai além de você, da sua opinião. Está no seu sangue, no seu DNA. Como renegar tudo que gerações e gerações sentiram e simplesmente fazer o que lhe dá na telha?


É quase uma religião. Você acredita tanto naquele Deus que é impossível se ressentir a ponto de abandoná-lo. E é exatamente nesta crença em que Akito se prende com unhas e dentes. Afinal, que abandonaria Deus?

Toda a questão psicológica dos personagens, as ameaças sofridas, as famílias perdidas, os amores renegados, as infâncias difíceis e os amores aparentemente impossíveis são tão bem descritos e vividos pela autora que foi difícil não se importar com a situação de cada um. E dou um ponto para Natsuki, que conseguiu amarrar cada fio solto de sua trama até os últimos capítulos do 23º mangá.


Assim, sem mais nem menos, termino este post recomendando fortemente que você corra atrás e leia esse mangá urgentemente. Posso dizer hoje, com certeza, este é o meu mangá preferido, com os personagens que mais marcaram minha alma e que me ensinaram pequenas coisas que até hoje levo comigo e aplico no meu dia-a-dia.


Até a próxima!! 

18 de março de 2015

Luz, Câmera, Livros! - Saga Crepúsculo

Bom dia, boa tarde, boa noite!!


Vim hoje avisar que a minha nova resenha sobre cinema e livros para o blog Doces Letras já está no ar!!

Hoje, estou falando um pouco sobre a Saga Crepúsculo, seu marco e sua decepção.

Confere lá, link abaixo!

Luz, Câmera, Livros! - Saga Crepúsculo

Beijos e até a próxima!

Betah Peixe

6 de março de 2015

Primeiras Impressões - Protect The Boss


Olá pessoal!

Hoje trago minhas primeiras impressões sobre Protect The Boss, um dorama que baixei faz tempo, mas comecei a assistir tem uns 20 dias.



Ficha técnica: Protect the Boss tem 18 episódios legendados. Links no final do post. =)

Sinopse: Mulher esforçada, porém com currículo ruim, tenta conseguir um trabalho para saldar suas dívidas. Homem mimado, filho do presidente de um chaebol, tem de aprender a se tornar o sucessor ideal de seu pai. O destino de ambos se unirá de formas engraçadíssimas, onde uma ajudará o outro a resolver os problemas mútuos.

4 de março de 2015

Luz, Câmera, Livros! - Persuasão

Olá pessoal!


A novidade desta quarta é dar um pulo no blog Doces Letras e conferir minha coluna, Luz, Câmera, Livros!, onde estou falando sobre o filme Persuasão.

O link está abaixo!!

Até a próxima!!

Betah Peixe

19 de fevereiro de 2015

Paradise Kiss

Olá pessoal!
Hoje trago uma resenha sobre um filme de 2010, baseado em um mangá de sucesso, que também tem uma adaptação em anime, Paradise Kiss.


Ficha Técnica

Título: パラダイス・キス / Paradaisu kisuParadise Kiss

Gênero: Drama / Romance

Ano: 2011

Sinopse: Colegial esforçada na escola é convidada para ser modelo de alunos do último ano de moda.

18 de fevereiro de 2015

Luz, Câmera, Livros! - A Culpa é das Estrelas

Oi pessoal!!

Hoje mais uma resenha no Doces Letras está sendo publicada.

Decidi comentar um pouco sobre o best seller "A Culpa é das Estrelas", do John Green e sua adaptação para as telas do cinema.


Dá uma conferida lá!

É só clicar no link abaixo!!


Beijos!

Betah Peixe

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...